Calouro participante de trote social se envolve mais em atividade extracurricular, diz docente. Mais: juventude, lazer e sociabilidades…


Ana Okada
Em São Paulo

Os trotes solidários, cada vez mais adotados pelas universidades, criam uma cultura de maior participação em projetos sociais e envolvimento com atividades acadêmicas, explica o professor Ademar Bueno, que ensina sustentabilidade aos graduandos de economia da FGV-SP (Fundação Getúlio Vargas) de São Paulo. “A mensagem passada no primeiro dia é muito forte, então deve ser positiva, de integração e cidadania. Essa é a lembrança o aluno vai levar por todo o curso e para a vida dele”, diz.
Este ano, o professor ajudou a coordenar, junto com estudantes veteranos, o “trote sustentável” da instituição, que consistia em varrição das ruas nas proximidades da faculdade, plantio de árvores e coleta de óleo usado. “A ideia era fazer uma ação ligada à questão ambiental, daí a temática do lixo. Fizemos discussões sobre como cada curso pode ajudar a resolver esse problema”, explica. Cerca de 200 jovens participaram da ação.

Em vez de os veteranos pintarem os novatos, quem os pintou, desta vez, foram os garis. “Os estudantes adoraram, e o pessoal do bairro também. O maior impacto foi na comunidade, que em vez de ver os universitários pedindo dinheiro, os viu cuidando do local”, ressalta.

Estudantes de direito e administração ficaram na varrição; os de economia recolheram óleo usado; os intercambistas, por sua vez, plantaram árvores. Segundo o docente, os calouros que participam deste tipo de trote são mais propensos a participar, no decorrer do curso, de atividades sociais: “Isso cria uma cultura na faculdade; se você deixa ele solto, é mais difícil de ter isso”, argumenta.

A reportagem do UOL continua em:

http://vestibular.uol.com.br/ultnot/2010/02/24/ult798u25886.jhtm

Vide também tese de doutorado em Antropologia (PUC/SP):

JUVENTUDE, LAZER E SOCIABILIDADE – TRAJETOS E PERCURSOS NA NOITE

Autores:
COSTA, Marcia Regina Da
PIRES, Eliane Nogueira

Resumo:

AS REFLEXÕES QUE ORIENTAM ESTE TRABALHO, ENTENDIDO COMO UM FAZER ETNOGRÁFICO, TÊM A PREOCUPAÇÃO DE COMPREENDER OS JOVENS DE VITÓRIA DA CONQUISTA, CIDADE LOCALIZADA NO SUDOESTE DA BAHIA, NO SEU LAZER NOTURNO E AS NOVAS FORMAS DE SOCIABILIDADE VIVENCIADAS NA NOITE. O MEU OBJETIVO É CONHECER ESTA JUVENTUDE, OS INTERSTÍCIOS DO SEU COTIDIANO NOTURNO, SEUS ESPAÇOS E TERRITORIALIDADE, SUAS REDES DE SOCIABILIDADES. PARA CONTEXTUALIZAR O TRABALHO, PROPONHO ESTUDAR O COTIDIANO DE UM GRUPO DE JOVENS, DE 19 A 24 ANOS, FILHOS DE PAIS QUE SÃO PROFISSIONAIS LIBERAIS, PROFESSORES, PEQUENOS EMPRESÁRIOS. NÃO CONSIDERO PONTUALMENTE O LADO DA TRANSGRESSÃO E DOS EXCESSOS DA JUVENTUDE. PROCURO IDENTIFICAR UMA NOVA FORMA DE SOCIABILIDADE, DE ENCONTROS, AMORES, AVENTURAS, PRAZERES, DESENCONTROS, MEDOS, VIOLÊNCIA, CONTRADIÇÕES E OUTRAS EXPERIÊNCIAS RELEVANTES VIVENCIADAS PELOS JOVENS. ESTE TRABALHO TEVE COMO BASE AS NARRATIVAS OUVIDAS ENTRE OS ANOS DE 2000 A 2004. A METODOLOGIA FOI PENSADA PARA DAR CONTA DE APREENDER A DINÂMICA DO LAZER DESSE GRUPO DE JOVENS CITADINOS QUE SAEM À NOITE EM BUSCA DE LIBERDADE, EMOÇÃO, DIVERSÃO E OUTRAS EXPERIÊNCIAS DO COTIDIANO NOTURNO. A NOITE É UM ESPAÇO-TEMPO NO QUAL O JOVEM PODE AFIRMAR A EXPERIÊNCIA E A CONDIÇÃO DE SER JOVEM; É TAMBÉM UM ESPAÇO-TEMPO DE FRUIÇÃO DE VIDA, EM QUE OS JOVENS NÃO SÃO TÃO ?VIGIADOS?, EM QUE ELES SE PERMITEM UMA RELAÇÃO DE MAIS DIVERSÃO E MENOS COMPROMISSO, DE INVESTIR NO TEMPO, NA SOCIABILIDADE E NAS TROCAS AFETIVAS. PORÉM, NESSAS REDES DE SOCIABILIDADE, ENCONTREI A EXISTÊNCIA DE PRECONCEITOS E HIERARQUIAS SE IMPONDO NESSES ESPAÇOS VISTOS COMO DE LIBERDADE. EVIDENCIEI TAMBÉM QUE OS JOVENS LANÇAM MÃO DESSES ESPAÇOS PRIVILEGIADOS DE PRÁTICAS CULTURAIS COMO A PRINCIPAL E MAIS VISÍVEL FORMA DE COMUNICAÇÃO E DE RESISTÊNCIA EXPRESSA NOS COMPORTAMENTOS E ATITUDES PELAS QUAIS DE POSICIONAM DIANTE DE SI MESMO E DA SOCIEDADE.

Extraído de: http://www.bdae.org.br/dspace/handle/123456789/1965

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s