De um lixo a outro, extraordinária mudança de realidades e de discursos?

Pessoal!

Boca do Lixo, de Eduardo Coutinho, que vimos na aula de hoje é de 1992, época do governo Collor, marcada por muitas desigualdades sociais e econômicas, e lutas políticas intensas que levaram ao impeachment do então corrupto presidente da República. Uma das primeiras falas de um homem que está no lixão é algo como: por que você não mostra isso pro Collor?

De 2009, Lixo Extraordinário é o documentário mais famoso e recente, consagrado pela indicação ao Oscar, sobre as pessoas que vivem no lixo. O artista plástico Vik Muniz vira o herói do lixão, transformando pessoas e lixo em obras de arte e ganhando muito dinheiro e fama para ele e para os catadores. Tudo em plena era Lula, como se muito pouco tivesse se transformado quanto ao combate à pobreza e a miséria extrema. Para mim, dois pontos se destacam:

1) a continuidade de problemas históricos brasileiros, de conflitos sociais ligados à miséria e a exclusão, e a debilidade das políticas públicas que, anos e anos depois, parecem que nem existem, tamanha a ineficácia para atingir e resolver situações degradantes;

2) a habilidade das políticas existentes (econômicas, de sustentabilidade, reciclagem etc.) e também das pessoas envolvidas em transformar o discurso sobre o que é degradante. De lixeiro/a a catador de materiais recicláveis deveria haver grande diferença, não? Mas vejam os vídeos abaixo, vejam as paisagens tão próximas, tão familiares dos lixões de Eduardo Coutinho e Vik Muniz!  E reflitam sobre como tratar nos seus trabalhos e artigos de permanências, transformações e conflitos a partir dos discursos que são feitos sobre tudo isso, por muitos sujeitos e pelas pessoas que os protagonizam em primeira mão.

Até mais

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s